Gelaterias na Itália – Como saber se o gelato é bom?

O que vem na sua cabeça quando pensa em Itália? Garanto que na da maioria das pessoas vem pasta, pasta, pasta, pasta! Eh… confesso que eu estou muito feliz morando aqui porque posso comer as massas mais gostosas que existem (ou me dar o luxo de preparar em casa com produtos de qualidade que são vendidos baratinho no mercado). Mas, se tem uma coisa que os italianos sabem fazer BEM é o gelato. Acredita em mim, aqui estão as melhores gelaterias do mundo.

Ahhhh mas significa que TODO gelato é bom? Não! Tem muito lugar pega-turista, especialmente nas cidades maiores e mais famosas… e eu entendo a vontade de tomar gelato todos os dias, mas a gente quer tomar gelato bom, né?

IMG_2070.JPG

Eu não sou uma fã incondicional de sorvete, e quando digo isso, não quero dizer que não gosto (tá doida?) mas é pelo fato de não ser uma coisa que eu quero comer sempre, etc. Acontece, que eu sou casada com uma pessoa louca/viciada em sorvete e digamos que morar na itália intensificou isso hahaha. É praticamente impossível passar uma semana e o Yuri não entrar em uma gelateria.

IMG_1869

IMG_1471

Para escolher as minhas gelaterias favoritas, eu avalio vários pontos (me achando a expert em análise de gelatos hahah), mas depois de provar taaantos e estudar sobre na escola, eu cheguei as seguintes dicas de como saber se um gelato (provavelmente) é bom! E essas são minhas dicas:

  1. Cor: fuja de gelatos com cores muito fortes ou fluorescentes, quanto mais natural, melhor.

A regra é fácil, principalmente para gelatos cremosos: se a cor não tem nada a ver com a cor do ingrediente ou da fruta, fuja. Gelato azul? verde brilhante? suspeite. Um exemplo é o gelato de pistache que não deve ser super verde, se ele realmente for feito com pistache a cor até tende pro amarronzado! Se for um sorbetto de fruta, as cores tendem a ser mais fortes, mas mesmo assim não devem fugir da cor original da fruta. Exemplo: gelato de limão não deve ser super verde (corante).

IMG_2404

2. Aparência na vitrine: se tiver montanhas altíssimas de gelato, melhor não.

A vitrine não tem necessariamente a ver com a qualidade do gelato… mas em minhas pesquisas e andanças pela itália, percebi que se os gelatos são colocados em quatidades absurdas dentro das cubas, formando até montanhas (vou colocar uma foto aqui embaixo), a tendência é de que a qualidade da gelateria não seja das melhores. Quanto mais alto o gelato estiver, mais longe ele estará da base do freezer, o que faria ele derreter… e aí como faz pra ele se manter de pé sem derreter? Exato: muito estabilizante. Além disso, uma boa gelateria se preocupa não só com os ingredientes, mas com a aparência do gelato na vitrine, a forma como vai ser servida, etc.

IMG_2399

3. Textura e brilho: uma dica é ver se eles servem com scoop ou com a espátula.

Um gelato típico italiano na textura ideal tem uma textura diferenciada e a temperatura de serviço (do freezer) dele é mais alta do que um sorvete tradicional. Então não dá pra fazer bolas perfeitas, pois elas se desmancham muito rápido. O ponto é mais molinho e colocado com uma espátula. Outra observação é no brilho: se for muito puxado pro brilho acetinado, há grandes chances de ser de menor qualidade. O uso em excesso de emulsificantes e estabilizantes dá essa aparência esquisita pro gelato.

IMG_1873

4. Usar ingredientes locais e não usar conservantes e corantes artificiais. Sempre vou atrás de saber um pouco mais da filosofia da empresa.

Cada região tem seus produtos locais e isso pode (e deve) ser usado para criar sabores especiais e únicos nas gelaterias. Na itália, procure locais que usem avelãs da região de Piemonte (nocciola IGP) ou pistache de Bronte (pistacchio DOP), ou ainda ingredientes/combinações bem locais como vinhos e licores locais, ricota de ovelha, manjericão… Gosto muito também quando a gelateria coloca a lista de ingredientes dos gelatos, transparência é tudo!

IMG_2396

5. Sabores: tem 500 sabores? saia correndo! impossível uma gelateria fazer tantos sabores com qualidade.

Quando é assim eles acabam usando misturas pré-prontas. Uma boa gelateria não tem infinitos sabores e trabalha com sazonalidade! Isso garante que eles usam os ingredientes na sua melhor forma. Uma vez fui em uma gelateria, famosinha até, em Roma que tinha 150 sabores. Pela aparência dos gelatos, já suspeitei,

IMG_7700
Bem comum colocarem os sabores disponíveis no menu, o que pode mudar diariamente, mensalmente ou sazonalmente.

Essas foram as minhas dicas, espero que tenham curtido e se esbaldem nos (bons) gelatos na itália!

A presto! Ciao!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s