Como fazer o passaporte europeu para o seu cachorro?

Depois da saga que contei aqui para trazer o Jake do brasil para a europa, vou dividir com vocês como foi fazer o processo para fazer o Passaporte Europeu dele.

Passaporte europeu?! Como assim?!

Quando pegamos o CVI no aeroporto de brasília, o veterinário me explicou que aquele documento não seria para sempre, e que ao chegar na europa eu teria que fazer um passaporte de animais. Na hora eu falei “mas é claro, vamos fazer!” e a resposta dele foi “Hum, mas é caro viu?!” que eu não entendi, afinal de contas, ele queria me desestimular a fazer o documento que eu tinha que fazer?! Enfim. Apesar do medo de gastar uma fortuna com o documento, a minha preocupação naquele dia ainda era viajar com o Jake para Roma, deixei a idéia do passaporte de lado.

Explicando melhor. O documento (CVI) para o Jake viajar (aquele que foi necessário fazer todas aquelas etapas que eu expliquei aqui) só é válido até a data de validade da vacina anti-rábica que ele tomou. No caso, fizemos a vacina anti-rábica nele em maio/2017 (ainda no brasil), e como a validade dela é de 1 ano, o documento só seria válido até maio/2018. Sendo assim, como nossa permanência aqui vai além de maio, fomos fazer o passaporte, que é o documento de identificação legal que autoriza você a transitar e viajar pelos países da união europeia. Além disso, já li que o único documento realmente válido dentro da União Européia é o passaporte europeu. De qualquer forma, sugiro que se você irá ficar na europa por mais de 3 meses, faça o passaporte pro seu animal.

Da mesma forma, vou dividir o post em passos, para facilitar, e compartilharei minha experiência aqui na Itália. Pode ser que seja diferente em outros países.

IMG_2553.jpg

PASSO 1: VETERINÁRIO

A primeira coisa é encontrar um veterinário na sua cidade. Encontramos um bom veterinário aqui na Tuscania, o Dtt. Matteo. Aproveitamos e tiramos todas as dúvidas com ele sobre a sorologia que até então estava “errada” e ele foi bem enfático ao dizer que, pelo menos aqui na Itália, o documento do Jake estava correto, uma vez que o importante é a comprovação de que o animal tem o microchip, e tem a vacina contra a raiva em dia. A sorologia é importante, e estava dentro do esperado, então não tinhamos com o que nos preocupar. Também pegamos o endereço da Anagrafe Canina (explico melhor no passo 3).

PASSO 2: VACINA ANTI-RÁBICA

Para fazer o passaporte, é necessário que seu animal seja vacinado contra a raiva. Isto é importante pois o passaporte só começa a ser válido 21 dias após a data da útima vacinação. Vacinamos Jake no Dtt. Matteo, a vacina custou 25 euros mas ela tem validade de 3 anos (e não de 1 ano como é a que temos no brasil). Como já teríamos que vacinar jake em maio, foi ótimo porque já atualizamos a vacina pertinho, em Abril.

IMG_5753

PASSO 3: ANAGRAFE CANINA

Agora, você deve achar uma unidade da ASL (Azienda Sanitaria Locale), da cidade que você mora, e é neste local que você irá fazer o passaporte. Cada cidade tem sua ASL, eu achei mais fácil perguntar pro veterinário onde era, porque eu nem sabia que se chamava ASL, o que dirá de achar no google maps! Nós tivemos que ir em Viterbo. O funcionamento varia de cidade pra cidade: em alguns locais você deve agendar, em outros basta comparecer ao local nos horários em que eles ficam abertos. Já sabiamos que eles funcionavam em horários bem específicos, então fomos sem perder viagem.

PASSO 4: INSCREVER SEU ANIMAL NA ANAGRAFE CANINA

Antes de pedir o passaporte, você deve inscrever seu animal na Anagrafe Canina da cidade. Essa inscrição é obrigatória na europa e é basicamente para cadastrar seu animal no sistema e dizer que ele tem um dono e uma residência. Custa 13 euros. Neste momento não é necessário estar com o seu animal alí, apenas no dia de buscar o passaporte.

Para a inscrição você deve levar:

  • Seus documentos pessoais: passaporte, codice fiscale/tessera sanitaria (estes você tira na itália)
  • Os documentos do seu cachorro: CVI, sorologia, comprovante do microchip e carteira de vacinação

Após pegar seus dados, seu endereço e os dados do seu animal, o documento fica pronto na hora. O pagamento da inscrição (13 euros) + o comprovante de pagamento do passaporte (19 euros), eu paguei na Posta (os correios daqui) os dois juntos (32 euros), + 1,50 euro de taxa da Posta.

Agora, é só retornar no dia certo de fazer o passaporte (em viterbo era apenas as quintas-feiras de 10 as 12h), com os documentos.

Processed with VSCO with au5 preset
na rua aqui de casa

PASSO 5: LAUDO DE BOA SAÚDE

Para emitir o passaporte é necessário um atestado de que seu animal está em boa saúde, emitido pelo seu veterinário. É um laudo bem simples e eles já são habituados a fazê-lo, é só pedir. O importante aqui é que este laudo deve ser feito no máximo em 48 horas do dia que você irá fazer o passaporte, ou seja, no nosso caso, tivemos que pegar o laudo entre terça e quarta feira (pois iriamos fazer o passaporte na quinta).

PASSO 6: PASSAPORTE

Neste dia, você deve levar o seu cachorro, porque teoricamente (digo teoricamente porque eles não fizeram isso com o jake) eles irão checar o microchip com o leitor. Eles me deram um outro papel onde eu tinha que preencher novamente com meus dados e locais que viajaria com o Jake na europa. O custo do passaporte é de 19 euros.

Os documentos a levar no dia são:

  • Documento da inscrição na anagrafe;
  • Carteira de vacinação com a vacina anti-rábica dentro da validade;
  • Comprovantes de pagamento da incrição e do passaporte (32 euros);
  • Laudo de boa saúde animal emitido em até 48h
img_2454.jpg
documentos do jake

E o passaporte sai na hora. Como falei lá em cima, o passaporte só fica valendo 21 dias após a data da última vacinação anti-rábica, então você tem 2 opções:

  • Ir na ASL, pegar o passaporte e esperar para de fato usá-lo apenas após 21 dias;
  • Ir na ASL 21 dias após a vacina.

Nós optamos por já pegar o passaporte logo, porque afinal de contas não estávamos com nenhuma viagem marcada mesmo, só queriamos o documento dele certinho com a gente. Você pode colocar uma foto dentro se quiser, mas não é obrigatório. Lógico que colocamos, né? hehe

A validade do passaporte é a mesma validade da vacina anti-rábica dele, ou seja, de 3 anos. Vacinando ele sempre em dia, o passaporte é atualizado. Ah, lembrando que para cada viagem que você fizer, deve antes passar no veterinário para que ele faça uma anotação no passaporte de que o animal está em condições de viajar.

Pronto! Apesar de parecer difícil, foi bem tranquilo.

Até a próxima! Ciao!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s