EGGS: meu carbonara favorito em Roma

Sei que parece meio pretensioso falar que eu comi o melhor carbonara de Roma (com certeza existem restaurantes renomados que fazem carbonaras incríveis), però para mim, o Eggs é o meu favorito e o melhor que eu já experimentei.E vou te contar o porquê.

 

Um dia em Roma, parados no bairro Trastevere procurando onde jantar pelo trip advisor, um lugar me chamou a atenção pelo nome: Eggs. Dei uma olhada nas fotos e nos comentários e fiquei super curiosa pra conhecer este restaurante onde os ovos eram o centro das atenções e o carbonara fazia a vez como prato assinatura.

Ficava perto de onde estávamos, mas não tinhamos feito reserva… e morando aqui há 4 meses, aprendemos que na itália você deve reservar o restaurante que você quer ir (principalmente se ele for muito bom) porque senão você não vai conseguir entrar. Mesmo sem reserva, decidimos tentar, vai que?

E o eggs é justamente isso: um bistrô inaugurado há 1 ano que utiliza ovos de todas os tamanhos, formas e em todos os pratos. Lá tem ovos de galinha, de codorna, de avestruz, todos orgânicos! E usados como ovo frito, mexidos e especiais como um ovo cozido a 64 graus e  o “il gioco dell’ova” uma degustação com 6 ovos que vem dentro de uma caixinha (apresentação super fofa)! Não cheguei a pedir ele, mas olha como ele é:

Screen Shot 2018-04-29 at 07.03.06
Fonte: Artwave

 

Uma pausa pra falar do ovo. Os ovos são extremamente importantes na gastronomia, e existe até uma lenda de que as dobras do toque de um chef (o famoso “chapéu” do chef) teria relação com o número de preparos que ele sabe fazer com ovos. Mito ou não, é indiscutível que um bom cozinheiro deve saber preparar bons pratos com ovos, e o que não falta são opções pois podemos usar os ovos pra espessar, dar sabor, cor, aroma, textura, em molhos, como prato principal, na confeitaria é super importante também, e claro, ingrediente principal no preparo do carbonara.

Bom, voltando ao Eggs. O lugar é muito pequeno, são 3 mesas altas que acomodam umas 5 pessoas no máximo cada, e mais uns 8 lugares no balcão. Tem um ambiente bem descontraído com a cozinha exposta onde você pode ver os ingredientes e acompanhar a produção dos pratos. Eu, muito curiosa que sou, adorei sentar no balcão pra ficar olhando o preparo. Os carbonaras custam de 12 a 15 euros e são feitos com espaghetti ou um tipo de pasta que se chama mezze maniche, que é o mais tradicional da casa, cuidadosamente porcionados em 105g. O macarrão maniche é uma sacada bem inteligente porque o buraco dessa pasta faz que o molho fique dentro (assim como outros condimentos tipo a cebola caramelizada) e tudo fica mais gostoso!

IMG_2343

IMG_2344

 

Processed with VSCO with au5 preset

Screen Shot 2018-04-29 at 07.00.54

Eu fui de Carbonara Viola, com cebola roxa caramelizada e gente, eu nunca comi um carbonara tão cremoso e gostoso na minha vida. Gostei tanto que fiquei ali no balcão tentando entender como eles faziam. E é basicamente assim: Misturam o ovo inteiro (SIM! lá eles usam a clara e a gema) com o queijo grana padano ou pecorino dop e muuuuita pimenta em um bowl e reservam. Enquanto isso, a massa está cozinhando ao lado. Quando pronta, se escorre a massa rapidamente e se joga ele bem quente dentro do bowl. Adicionam mais queijo e ficam mexendo, mexendo e mexendo por uns 2 minutos. Ou seja, o molho não volta pra panela, o calor do macarrão recém saído da água fervente levemente cozinha o molho. De lá, direto pro potinho com mais queijo e basta.

IMG_2346

Mas aí até então, este preparo seria a forma certa de fazer o carbonara e deixá-lo bem cremoso. Mas porque tão gostoso?! Fui atrás de saber a diferença nos ingredientes que eles usam e sim, tem um cuidado especial alí: são sempre ovos orgânicos de uma fazenda que se chama Peppovo, e eles afirmam que a densidade da gema deste ovo faz a diferença na cremosidade do molho. Sempre feita com guanciale (nada de bacon aqui). O queijo, pecorino e parmigiano, em forma de um blend com pecorino da região do Lazio Valle del Tevere que segundo eles tem sabor mais delicado que o pecorino romano (que é mais forte!), e parmigiano reggiano maturado 18 meses. Calma que ainda tem a pimenta! E a pimenta é essencial no carbonara (sabia que existe uma lenda que diz que o nome carbonara viria do uso de tanta pimenta no prato que o macarrão ficaria com uma aparência de “carbonizado”). Eles usam uma pimenta selvagem do Madagascar, que tem um perfume bem presente mas não é muito picante!

É, isso poderia ser uma “gourmetização”do carbonara, mas na real é um cuidado extra com os ingredientes e que de fato resultam em um prato muito gostoso. Tão bom que eu já voltei lá outra vez.

IMG_2349

Eles também tem algumas opções de sobremesas, como um tiramisu delicioso, preparado pela outra casa dos mesmos donos, a Zum Tiramisu e que é MUITO BOM também! Mas isso fica para um próximo post, só pra falar de tiramisu.

Anota aí! EggsVicolo del Cedro, 26, 00153 – Trastevere, Roma. Faça reserva!

 

IMG_2347

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s