Cidade do México | Roteiro parte 4

Dia 4 – Museu Frida Kahlo, Bairro Coyoacán, Mercado de Antojitos, Palácio de Chapultepec, Paseo de la Reforma

IMG_6437

Último dia na cidade do méxico 😦 mas ainda tinha muita coisa pra fazer! Estávamos bem cansados pois foram 3 dias de muita andança a pé (só pegamos o uber pra ir para as pirâmides) então nos permitimos acordar um pouco mais tarde (que, para o meu padrão em viagens, tarde seria 8:30 sim, eu amo acordar cedo hahaha). Fomos tomar café de novo no Tierat garat.

Depois pegamos um uber e fomos direto para o museu da Frida Kahlo. Eu tinha lido que o museu abria as 10h, e que era sempre cheio, então chegamos tranquilamente por volta de 9:30. O que acontece é que no dia que fomos o museu abria as 11:00 (horário de quarta-feira) e estava um sol de rachaaaaaar, então ficamos fritando no sol até o museu abrir (ainda bem que era inverno).

Museu Frida Kahlo

IMG_6241

O museu, que na verdade é a Casa Azul onde Frida nasceu, cresceu, viveu com o seu marido Diego Rivera e faleceu, fica no bairro de Coyohacán. A importância da frida para a cultura mexicana é tão grande que o bairo é popularmente conhecido como “bairro da frida”. O museu é bem legal, ainda mais se você admira o trabalho e a vida da Frida, uma das artistas mais marcantes do méxico, que tem uma história sofrida e revolucionária. Frida Kahlo é um símbolo de uma mulher transgressora e muito à frente de seu tempo, MESMO.

IMG_6248

Lá dentro você não pode tirar foto de nada nos quartos, etc, a não ser que você pague mais por isso quando comprar seu ingresso. Nós não tiramos as fotos e eu acho que a não ser que você seja muuuuito fanático pela frida, não vale a pena pagar pra isso.

Pra quem não sabe, Frida sofreu um acidente (de ônibus, onde uma barra de ferro atravessou seu abdômen) que a deixou paralisada por vários meses, e foi ai que ela se encontrou pintora! Os pais dela adaptaram todo o quarto, colocando espelho no teto, adaptando um cavalete sobre a cama e assim ela produziu várias obras. Enquanto você vai andando pela casa, você vê algumas obras e consegue entender um pouco do seu sofrimento, fiquei até com uma certa angústia.

A casa é diferente e cheia de cultura pré hispânica-mexicana! O lugar que eu mais gostei foi a cozinha, que parece uma sala equipada, é muito tradicional, com forno a lenha, vasilhas de barro, panelas de ferro… pequenas esculturas e toda colorida e cheia de azulejos. É a cozinha mais diferente que já vi e você sente que ela era muito especial ali na casa. Na entrada da cozinha tem até uma receita de Mole poblano!

Depois que saímos do museu, decidimos bater perna pelo bairro, Coyoacán, que é um bairro bem legal, muito colorido e com várias feirinhas.

O bairro Coyoacán e Mercado artesanal e de Antojitos mexicanos 

IMG_6442

Eu gostei muito desse bairro, tinha feira de rua, feira de natal, parques, e as casas sempre tinham um toque diferente, eram muito coloridas! Tem uma praça central que é uma delícia de ficar vendo a vida passar.

O mercado artesanal de lá tem várias coisas típicas como roupas e comidas, artesanato (apesar de que achei beeeem mais vantajoso comprar no La ciudadela). Adorei como eles vendem os molhos já prontos, como vários tipos de mole poblano e temperos bem característicos de lá, nunca vi nenhum igual! No mercado de artesanatos, encontrei o queijo Oaxaca para vender e se não fossemos ficar viajando mais 12 dias, eu dava um jeito e levava na mala, com certeza!!!

E por fim, passamos no Mercado de Antojitos (que é um mercado de comida típica local. antojitos significa comida rápida de rua) pra fazer um lanche, e claro que comemos mais quesadillas, né. Simples, é um esquema tipo feira: senta no balcão, escolhe, paga e come com as mãos.

Palácio de Chapultepec

De tarde, decidimos voltar ao bosque, para entrar no Palácio de Chaputelpec (que estava fechando no dia que fomos no bosque). Custa 60 pesos a entrada e vale muito a pena. A vista lá de cima é linda e o palácio é incrível. Me apaixonei por esse piso quadriculado p&b que fica na parte externa.

IMG_6422

IMG_6395

IMG_6389

IMG_6386

IMG_6449

Demos mais umas voltinhas no bosque, comemos mais comidas de rua ❤ (tem que aproveitar!), passamos no hotel pra dar uma respirada e em seguida fomos bater perna rapidinho no shopping Paseo de lá reforma. Quando eu e Yuri viajamos, nossa prioridade nunca são compras, mas a gente sempre que possível deixa um tempinho pra dar uma olhada em algum shopping, ou loja, etc.

O que é bom a gente sempre volta né? Então lá fomos nós jantar no restaurante Casa de Toño, de novo. Comida gostosa, sincera e barata, pra que melhor?

No outro dia pela manhã, agendamos com o Jesus (sim, aquele motorista do uber!) para nos levar ao aeroporto e confirmamos que o trânsito da cidade do México é realmente caótico, principalmente pelas manhãs. Pegamos nosso vôo para Miami e começamos a parte 2 da nossa viagem: Roadtrip nos estados unidos!

Até a próxima!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s