Cidade do México | Roteiro parte 1

Ê! falar de viagem é tão bom, a gente vai lembrando de tudo o que aconteceu e dá uma sensação tão boa. Decidi dividir o os posts por dias. Mas antes, alguns detalhes sobre$$ e hotel.

Câmbio e Dinheiro

Fizemos o câmbio direto no aeroporto assim que chegamos. Lá a conversão real > pesos mexicanos é um pouco abaixo do que se trocássemos na cidade, porém, você já sai do aeroporto com dinheiro, e não tem o trabalho de ficar pesquisando casas de câmbio… Na época o câmbio era 1 real = 5 pesos mexicanos. Na cidade (E no cartão de crédito) a conversão era de 5,50 pesos mexicanos. Na época não compensava tanto assim trócar dólares, pois com a alta conversão a vantagem era muito pouca. Usamos dinheiro para comprar artesanato, besteirinhas no mercado, comidas de rua e alguns ingressos.Sempre é bom levar moeda local, não vale a pena depender exclusivamente de cartão de crédito.

Hotel

IMG_5447

Ficamos no Hotel Room Mate Valentina e adoramos! A localização é perfeita, bem pertinho da avenida Paseo de La Reforma, do lado do Anjo da Independência. Fica na Zona Rosa, um bairro conhecido como bairro gay, pois tem várias boates, sex shop, etc. Se isso atrapalhou algo? até parece hahaha o fato de ter boates na rua era ótimo pois podíamos chegar tarde dos passeios a pé que a rua estava sempre bem movimentada. Porém, já nos precavemos e ao reservar pedimos um quarto em um andar alto e mais reservado, para evitar ouvir música alta, etc. O pessoal do hotel era bem solícito, nos trocaram de quarto pois no outro o ar condicionado não estava gelando bem. Os quartos são limpos, decoração moderninha e são bem amplos.  Os recepcionistas são bem simpáticos e falam inglês.

3067_123_z

O bairro do hotel era super arborizado, bem fresquinho e tinha ao redor várias opções legais de bons restaurantes, cafés, padarias, bem próximo a estação de metrô Insurgentes. Conhecemos boa parte da cidade à pé, e eventualmente utilizamos o metrô com facilidade.

DIA 1 – Avenida Paseo de la Reforma, Museu de Antropologia, Bosque de Chapultepec

Chegamos na cidade do México no Domingo final da manhã, pegamos um uber no aeroporto e rapidinho chegamos no hotel. Estávamos tão animados que só deixamos as malas e fomos bater perna. Dia ensolarado, mas super fresquinho, por volta de uns 18 a 20 graus. Ao sair a pé, rapidamente chegamos a principal avenida Paseo de la Reforma e notamos a grande movimentação por lá: é que aos domingos a avenida fica fechada para os carros e aí as pistas ficam lotadas de bikes, atividades ao ar livre, gente correndo, cachorros… igual o que acontece aqui em Brasília no Eixão. A Paseo de la Reforma é cheia de pontos para alugar bicicleta (aquele esquema tipo bike itaú, só que era mais caro).

IMG_5449

Decidimos ir a pé até o Museo de Antropologia, que ficava há 2,4 km do hotel, pouco mais de 30 minutos a pé o que foi ótimo pois já fomos nos ambientando com as paisagens, clima, e a cidade em si. O museu custa 70 pesos mexicanos por pessoa para turistas (no domingo é de graça para os locais). A visita ao museu vale muito a pena, você realmente entende e valoriza a importância do méxico e de outras civilizações da américa central.

IMG_5479

IMG_5521IMG_5663IMG_5543

Lindo lá dentro, né?

IMG_5519IMG_5646

Na frente do museo, conhecemos as primeiras barracas de comida de rua, tão famosas no México. Óbvio que já aproveitamos e compramos algo pra provar, e foram os Tlacoyos (vou fazer um post só sobre as comidinhas de lá). Logo depois do museu, fomos almoçar (meio tarde, mas ok) no Água & Sal Cebicheria (1,8 km do museu) e adoramos!

IMG_5469
Comida de rua êêeee
IMG_5555
Água & Sal Cebicheria

Em seguida, decidimos ir conhecer o Bosque de Chapeutelpec, caminhar por lá e ir no castelo. Infelizmente o castelo fecha as 17h30, então entramos nele em outro dia. Como o dia estava super bonito, o parque lotado (afinal, era domingo) o clima agradável… e o pedalinho era tão barato (50 pesos), aproveitamos e foi assim que terminamos nosso primeiro dia no México, com direito a um pôr do sol lindo! Na volta pro hotel, fomos na maior calma e pelo caminho descobrimos mercadinhos, e outras atrações pela cidade.

IMG_5588IMG_5586IMG_5582

Resumo do dia: roteiro todo feito a pé com ajuda do google maps, ambientação com a cidade, clima e pessoas, conhecendo comidas de rua, molhos de pimenta, museu, apreciando um bom por do sol no bosque.

Até o próximo post!

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s