Como fazer Tapioca – Passo a passo | EP. 07

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

base (1)

Continuando o mês da tapioca, hoje a receita é tão simples que toda essa simplicidade as vezes acaba virando dificuldade. Deixa eu explicar. Tapioca: simples, fácil, rápido e muito gostoso. Mas porque será que muita gente reclama que não consegue fazer a massa em casa?! Acho que é porque esse negócio de hidratar farinhas é tão relativo… que acabamos aprendendo só com a prática mesmo. A goma é polvilho hidratado. Pode usar o doce ou azedo ou até uma mistura de ambos. Eu sempre gostei mais do polvilho doce (não sei porque, é empatia por ele mesmo) então acabo usando ele sempre. Comprar a massa de tapioca facilita a vida, tenho que concordar. Mas depois que você pega o jeito, não vai mais querer comprar pronta.

A tapioquinha entrou na moda porque não tem glúten. Lá em casa já aparecia desde que eu era criança, mas nunca me atraiu muito… eu conhecia como beiju e chamava de “coisa sem gosto e sem sal”. Claro, porque o bijú do jeito que o meu pai gosta é assim, sem sal, crocante e pra comer com café. Daí alguns anos depois eu descobri que podia rechear o beiju e tudo mudou. 🙂

8 (3)

Hidratar o polvilho merece sua atenção. Existem outras formas, mas eu gosto muito dessa que minha mãe me ensinou. E por isso, chamei minha mãe pro vídeo, que usa uma técnica simples, infalível e que sempre dá certo. Quem ensina a fazer a massa é ela!

1

  • 500g de polvilho doce
  • aproximadamente 300 ml de água
  • 1 colher de chá rasa de sal

Porque aproximadamente? Porque cada polvilho é um polvilho. Cada farinha vai se hidratar de uma forma diferente.

2

GOMA

  • Misture o sal na água.
  • Com calma, vá adicionando a água no polvilho aos poucos, misturando com as mãos. Você tem que sentir a massa! Vão se formar várias bolotas de polvilho. Continue misturando, até chegar ao ponto de uma farofa úmida.
  • Faça o teste do aperto: pegue uma porção de massa, aperte: se ela formar uma bola coesa e que não se quebra fácil, esse é o ponto. Se rachar, está muito seca, adicione mais um pouco de água. Se estiver muito úmida, adicione mais polvilho.
  • Cuidado! Muita água pode estragar completamente sua massa. Vai virar uma meleca, muitas vezes sem solução… por isso, o ideal é ir colocando a água aos poucos.
  • Peneire toda a massa e está pronta para ser usada.
12 (2)
Goma peneirada x Goma hidratada

3 (5)

TAPIOCA

  • Eu faço a tapioca peneirando a massa (de novo) na frigideira quente. Minha mãe não peneira e coloca a massa direto na frigideira, arrumando com a colher. De qualquer forma, as duas vão dar certo. Prefiro peneirar de novo, porque acho que ela fica uniforme e mais bonita.
  • Quando você ver que as bordas começaram a levantar (e isso é MUITO rápido, acho que uns 20 segundos?!) você já pode virar a tapioca. Nunca deixe ela muito tempo na frigideira, pois ela ficara seca e quebradiça.
  • Em menos de 1 minuto, sua tapioca já estará pronta. Se quiser passar manteiga ou azeite, esse é o momento.
  • Caso queira recheá-la, coloque o recheio ainda na frigideira, assim que você virar a tapioca. Dessa forma o recheio aquece, e se for um queijinho então… já começa a derreter #babando

7 (4)

9 (2)

6 (5)

3

  • Você pode manter na geladeira por até 1 semana ou congelar por 60 dias.
  • A quantidade de massa vai influenciar na textura da sua tapioca. Quanto mais grossa, mais puxa puxa ela fica. Quanto mais fina, mais crocante. Se você a fizer extremamente fina, o risco dela quebrar é enorme. Normalmente 1 colher de sopa bem cheia dá pra fazer uma tapioca pequena legal.

O modo de preparo você acompanha no vídeo, pois acho que é a melhor forma de explicar!

2 (5)

13 (1)

3 Comments Add yours

  1. Moisés says:

    Aqui em casa também era assim. Duro e sem sal para comer tomando café. Mas fui reclamando tanto que minha mãe foi mudando. Hoje já é uma delícia. Agora é eu deixar de comer o da mamãe e eu mesmo aprender a fazer. kkkk’

    Like

    1. Karoline Cruvinel says:

      hahaha ainda bem que as coisas evoluem, né?

      Like

  2. Michele says:

    uma tapioquinha quentinha… huummm

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s